Fabrício Maurício | Cachoeira não é o Bicho!
2978
single,single-post,postid-2978,single-format-standard,ajax_updown_fade,page_not_loaded,

Cachoeira não é o Bicho!

Cachoeira não é o Bicho!

Por Fabricio Mauricio em Textos e Crônicas 20 abr 2012
Belíssimas obras da natureza: As Cachoeiras. Lindas, fortes, poderosas. Elas abrilhantam as paisagens, vaidosas com seus grandes véus. Lançam seu poderoso spray de água sobre a vegetação ciliar, dando vida a tudo em sua volta e a tudo que nela habita. Estão no seu lugar, cumprindo a sua missão de Paz na Terra. Cachoeira é o Bicho!

 

Enxurrada não. Ela arrasta, devasta, não respeita. Chega sem avisar, vai dominando tudo e causando imensa destruição. Leva tudo que tem realmente valor e o que não tem. Leva a dignidade das pessoas, leva sua paz, seu ponto de descanso, te assusta e assombra com a ameaça iminente de destruição. Enxurrada te transforma em Bicho!

Chega com uma Lereia qualquer e joga com sua vida! E neste jogo sempre perde quem está no caminho dela… Leva à ordem, os papéis da Lei, o dinheiro, os Homens da Lei, leva todos os Bichos e até as Biccas do caminho (estreitas, tentam fugir pra longe, mas estouram quando Ela passa). Desmontam também as Torres. Uau! Até as Torres?! Sim. Estas, mesmo grandes e acima de qualquer suspeita se não sustentadas em bases sólidas de valores, também podem ser levadas pelas torrentes das Enxurradas. É o maior Perillo! Digo perigo!

Enxurrada é uma Cachoeira do mal. Está no lugar errado. É a Cachoeira das ilusões. Ilusão de que em algum momento o mal vencerá o bem. Nunca. Pois Ela vem, passa, causa sérios danos e destruição, mas vem o povo de bem e reconstrói tudo. São feias suas veias. Toda sua ramificação destrói. Seu berço é imundo, não é criação deste mundo. É coisa dos Homens. Nasce de qualquer jeito e por acaso, uma catástrofe oportunista, que chega porque permitimos, e porque poluímos a sociedade com nossa inércia. Cachoeiras não. Estas foram esculpidas pela Natureza cuidadosamente e vão conquistando seu espaço. Para a enxurrada o tudo não vale nada. Diante dela tudo é um Jogo. E para sobreviver a este jogo gritamos por uma revolução na consciência coletiva.
 
 
Enquanto continuarmos entupindo nosso mundo, nossas vidas e de nossas gerações com o lixo da humanidade, não permitiremos que flua e escoe a lama desta Cachoeira de inversão de Valores, dando espaço para Corredeiras de honestidade, respeito e esperança! As Bocas dos Lobos estão com seus ralos lotados (estão em cada esquina. São pelo menos 26), cheios de poluição até a tampa, dificultando seu escoamento…

Acho que Cachoeira não é o Bicho… Acho que O Cachoeira na realidade não passa de uma Enxurrada que logo deve passar! E que passe logo!

  • Anonymous 25 de maio de 2012 at 19:22 / Responder

    olha adorei os seus textos, magnífico! (Cachoeiras); Deveria sair na maior revista de circulação ou jornal, pois o povo goiano está precisando de pessoas como você para falar algumas verdades diante dos grandes acontecimentos e que deixou o nosso Estado tão cheio de enxurrada diante dos outros estados. Você é muio bom nisso, continue, pois tá de parabéns! Rosa

    • fabricioliver 25 de maio de 2012 at 22:56 / Responder

      Olá Rosa! Fico muito honrado com tanta gentileza sua. Obrigado por suas carinhosas palavras. Hoje saiu nova crônica sobre o nobre Cachoeira no Jornal Diário da Manhã e no Jornal Goiás Interior. Está aqui no blog também. Confira. Abraços e obrigado.

Publique seu comentário